Assembleia da sub-região Aparecida aborda missão dos leigos na Igreja e na sociedade

Assembleia Sub-Aparecida 2017 1
Mais de 200 pessoas das dioceses que compreendem a Sub-Região de Aparecida participaram na manhã do dia 16 de setembro da 13ª Assembleia de Pastoral que aconteceu na Faculdade Católica, em São José dos Campos/SP.
.
Fazem parte desta sub-região a Arquidiocese de Aparecida e Dioceses de Lorena, Taubaté, São José dos Campos e Caraguatatuba.
 .
Estiveram presentes Dom Cesar Teixeira, bispo diocesano de São José dos Campos; Dom João Inácio Müller, bispo de Lorena; padres coordenadores de pastoral; diáconos; seminaristas e leigos coordenadores das pastorais e movimentos.
.
O encontro foi assessorado pelo bispo diocesano de Mogi das Cruzes, Dom Pedro Luiz Stringhini, que abordou o tema “O Ano do Leigo e Perspectivas Pastorais a partir do Documento 105 da CNBB”.
 .
Dom Pedro explicou que “o Documento 105 – ‘Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade’ leva em consideração documentos do Magistério do Episcopado Latino-americano, como Medellín: o agir no mundo e na história; Puebla: homens e mulheres da Igreja no coração do mundo e homens e mulheres do mundo no coração da Igreja; Santo Domingo: protagonistas da transformação da sociedade e Aparecida: os fiéis leigos e leigas, discípulos-missionários de Jesus, luz do mundo”.
.
Ao refletir sobre a identidade e missão dos leigos na Igreja e no mundo, Dom Pedro destacou os importantes avanços no que se refere à consciência da identidade do laicato e seu compromisso eclesial. O bispo também apontou os retrocessos que o próprio Documento não deixa de assinalar, como o regresso ao tradicionalismo, apatia, indiferença, mundanismo, enfraquecimento do profetismo e da dimensão social do Evangelho e outros.
 .
“O Documento faz uma análise consistente sobre o mundo globalizado, abordando suas bases fundamentais, a lógica individualista, as contradições e suas características socioculturais”, explicou Dom Pedro.
 .
As perspectivas pastorais da evangelização apontadas pelo bispo permeiam diversas áreas como, por exemplo, a pastoral urbana, a religiosidade popular, a iniciação cristã e ecologia.
O subsídio completo elaborado por Dom Pedro pode ser acessado na área de downloads no site da diocese (www.diocesesjc.org.br).
 .
Ao final do encontro, Dom João Inácio Müller comentou que “é uma grande alegria e muito importante estarmos num local tão cheio e repleto de vários agentes comprometidos com a Igreja”. O bispo lembrou ainda que “nós damos visibilidade às nossas pastorais e fazemos o Evangelho ser presença em nossa sociedade. Mais uma vez nos ocupamos como Província Eclesiástica para caminharmos juntos e escutarmos uma reflexão da Igreja do Brasil, uma reflexão que brota do Evangelho”.
Dom Cesar Teixeira, em sua colocação pediu para que todos se animassem e se organizassem para a celebração do Ano do Laicato. O bispo desejou que “este seja um momento de vivência profunda na Igreja do Brasil” e pediu para que as “capelas, paróquias e dioceses façam acontecer o Ano do Leigo com várias atividades, orações e celebrações”.
 .
O Ano do Laicato iniciará no dia 26 de novembro de 2017 e se estenderá até o dia 25 de novembro de 2018. O tema escolhido para animar esta iniciativa é “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5,13-14).
 .
O objetivo geral desta proposta é “como Igreja, Povo de Deus, celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil; aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão; e testemunhar Jesus Cristo e seu Reino na sociedade”.
 .
Com informações da Assessoria Diocesana de Comunicação de São José dos Campos
Categoria: Sub-Regiões