Destaques Do Regional

Dom Cláudio Hummes celebrou a abertura da Exposição Missionária

Na manhã de domingo, dia 30 de setembro, o cardeal Cláudio Hummes, Arcebispo emérito de São Paulo, presidiu a missa de abertura da Expo-Missionária na Catedral da Sé, às 11h. A Celebração Eucarística contou com a participação de religiosos/as e sacerdotes de diferentes institutos missionários e muitos fiéis.

Em sua homilia, Dom Claudio Hummes falou sobre a importância de sermos discípulos e discípulas de Jesus Cristo numa igreja em saída. Quando o papa fala da igreja em saída, disse o cardial, não se refere somente aos institutos ou organismos missionários, tão pouco a algumas atividades missionárias ou grupos missionários nas paróquias. O papa se refere a toda a Igreja, no seu conjunto. Todos os fiéis, todas as atividades e pastorais. Tudo deve ser missionário. Como o papa gostaria de ver a Igreja, toda “missionária e em missão!”, concluiu o cardinal.

Ao final da sua homilia, o cardeal recordou as intenções do papa Francisco para este mês missionário: “O Papa pediu para o mês de outubro uma rede mundial de oração nesses tempos difíceis, por intercessão da Nossa Senhora, e do Arcanjo Miguel, para que protejam a Igreja contra o diabo que divide os povos e semeia destruição dentro e fora da Igreja.

Logo após a celebração, o cardial abençoou e abriu oficialmente Exposição Missionária.

A Expo reúne alguns trabalhos de congregações missionárias no mundo e nos cinco continentes, entre os quais o projeto missionário além fronteiras mantido pelo Regional Sul 1 da CNBB, na Diocese de Pemba em Moçambique, na África.

Sendo sempre em sintonia com o tema e o lema da Campanha Missionária que  este ano é: “Enviados para testemunhar o Evangelho da paz” e o Lema: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8), a Expo missionária homenageou alguns  homens e mulheres que vivenciaram, de alguma forma, esta fraternidade sem fronteiras: Nelson Mandela, Ghandi, Dom Oscar Romeiro, entre outros.

A Expo missionária é iniciativa de algumas Congregações Missionárias que trabalham na arquidiocese de São Paulo: as Missionárias de Madre Cab

rini, o PIME, as Missionárias da Imaculada, a Familia Xaveriana, a Famiília Consolata, a Fmiília Comboniana,  em parceria, neste ano com o Museu de Arte Sacra de São Paulo.

“A Igreja, por sua natureza é Missionária. Cada batizado é discípulo missionário da Igreja em saída. Viva, então, a sua vocação missionária. Promova as atividades missionárias na o seu grupo, na sua paróquia. Participe e incentive os encontros da novena missionária 2018. Não se esqueça de visitar, pessoalmente e com amigos a Expo Missionária”, disse Irmã Marie Chantal, missionária xaveriana.

A exposição fica aberta ao publico todos os dias das 8h às 17h, Catedral da Sé, em São Paulo. Começou no dia 30 de setembro, e vai até o dia 28 de outubro 2018.

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter