Livro: Paulo VI – O santo da modernidade

Paulo VI - Capa.indd

Paulo VI 

Obra de Domenico Agasso Jr. e Andrea Tornielli traz os passos de Paulo VI, nascido Giovanni Battista Montini, que foi proclamado beato pelo seu quarto sucessor. Os autores apresentam uma extensa pesquisa sobre a linha de chegada aos altares para o Papa Montini e suas contribuições para a evolução da Igreja.

Após 30 anos de experiência na Cúria e oito anos de governo da diocese de Milão, elegeu-se o candidato mais autorizado, ou seja, aquele que recebeu o maior número de votos em conclave, sucedendo assim o Papa João XXIII – que muitas vezes recorria a Montini quando se encontrava diante de um problema.

Sua eleição é atribuída a sua capacidade de encarnar a linha mediana em condições de conservar de algum modo, unidos tanto os impulsos rumo à renovação e à reforma como os ímpetos conservadores. Foi eleito, também, para dar continuidade ao Concílio e guiá-lo com mão firme.

De acordo com os autores, um dos motivos que o levou à beatificação (além da cura inexplicável de um menino não nascido) foi levar a bom termo o Vaticano II, cujos documentos foram votados praticamente por unanimidade. O Concílio, considerado um dos acontecimentos mais importantes da história do século XX, foi um espetáculo de unidade. E esse resultado é devido, em boa parte, à condução atenta de Paulo VI.

O autor e jornalista Domenico Agasso Jr. é neto de Domenico Agasso, que esteve ao lado do Papa Montini, acompanhando-o em suas viagens, sempre com o olhar de um cronista atento. Muitas páginas do relato contido neste livro têm como base o livro Le chiavi pesanti (As chaves pesadas), que veio à luz pouco depois da morte de Papa VI. Com novas contribuições, acréscimos e complementos de Domenico Agasso Jr. e Andrea Tornielli, a PAULUS Editora lança agora Paulo VI – O santo da modernidade, especialmente para quem deseja se aprofundar sobre a história de um grande protagonista do século XX.

Autores:

Domenico Agasso Jr. (Carmagnolia, 1979), escritor e jornalista, trabalha no jornal La Stampa, particularmente no portal Vatican Insider. Coordenou, pelo semanário Famiglia Cristiana, a publicação de I Santi nella Storia. Tremila testimoni del Vangelo (Os santos na história. Três mil testemunhas do Evangelho), em treze volumes. Publicou inúmeras biografias por diversas editoras.

Andrea Tornielli (Veneza, 1964) doutorou-se em História da Língua Grega pela Universidade de Pádua. Casado, pai de três filhos, colaborou com a revista II sabato e, de 1992 a 1996, trabalhou na redação da revista mensal 30Giorni. Colabora em várias revistas italianas e internacionais, e seu currículo conta com numerosas publicações, traduzidas em 17 países, entre as quais recordamos as biografias de Pio IX, Pio XII, Paulo VI e Papa Francisco.

Com informações Paulus

Categoria: Notícias