Nossa história

A ideia da criação dos secretariados regionais, surge em 1962. Respondendo a um apelo do papa João XXIII, os bispos reunidos no Rio de Janeiro, durante a 5ª. Assembleia Geral da CNBB, decidiram duas coisas de importância para a vida Eclesiástica Nacional: a criação dos secretariados regionais e a elaboração de um plano de emergência do Episcopado. Assim, seguindo o princípio da participação efetiva das províncias eclesiásticas na responsabilidade não só de suas respectivas províncias, mas também de toda a região, nascem os Secretariados Regionais.

Naquele mesmo ano, aos 11 e 12 de agosto, no Colégio Nossa Senhora de Sion, localizado na avenida Higienópolis, 983, São Paulo, setor 4, houve a primeira reunião do Secretariado Regional Incompleto. Na ocasião foi apresentado o PLANO DE EMERGÊNCIA, tendo em vista o índice de industrialização da região, sua inquietação social, requerendo o estudo da sindicalização urbana, dentro do espírito da Mater et Magistra. Evolução e Dinamismo da Ação Pastoral do Estado de São Paulo.  A partir dai o Secretariado Regional Sul 1 da  Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, abrangendo o Estado de São Paulo começou a funcionar no Edifício do colégio Nossa Senhora de Sion.

 O Grande Jubileu

Inspirado no Projeto Rumo ao Novo Milênio, da CNBB, o Regional lançou o projeto Regional “O Grande Jubileu”, com o seguinte objetivo geral: preparar o Regional Sul 1 para a celebração do Jubileu do ano 2000 da Encarnação do Filho de Deus e dos 500 anos de Evangelização no Brasil, mediante uma nova Evangelização inculturada, apontando os caminhos para a construção de um Novo Milênio de Justiça, Fraternidade e Paz.

Do colégio Sion à sede própria

Após ocuparem por muito tempo algumas salas alugadas no colégio Sion, o Regional Sul 1 realizou-se em 31 de maio de 1991, a reunião da Comissão Representativa Regional na sua primeira sede, localizada no 5º andar do prédio da Província dos Carmelitas, localizado no bairro da Bela Vista.

 Depois de mais de 17 anos ocupando um único andar e com o aumento das atividades pastorais, a antiga sede já se mostrava pequena para o que se via pela frente, por isso Dom Nelson Westrupp, presidente da CNBB Regional Sul 1 na época, assina em 18 de setembro de 2008 em São Paulo o documento da compra do novo imóvel de sua sede própria.

Para garantir mais comodidade e melhores condições de receber os bispos e os agentes de pastoral, o Regional sob a presidência de Dom Nelson Westrupp, inaugura no dia 29 de julho de 2010 uma ampla estrutura. O local marca a história do Regional Sul 1 da CNBB que abri novos horizontes para a missão da Igreja em São Paulo. O imóvel, localizado no bairro da Bela Vista, na região central de São Paulo, possui uma área construída de 1.059 metros quadrados, com escritórios, auditório, capela e salas de reuniões.

O Regional Sul 1 é composto por 41 (arqui) dioceses e 6 Regiões Episcopais, divididas por 8 sub-regiões Pastorais: Aparecida, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto I e II, São Paulo I e II e Sorocaba, sob a presidência do cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo da Arquidiocese de São Paulo, eleito na 74ª. Assembleia do Regional Sul 1 da CNBB entre os dias 7 e 9 de junho de 2011 em Aparecida (SP).

As principais publicações:

Elencamos, a seguir, as principais publicações ao longo da existência do Regional: Plano de Pastoral Regional Sul 1 (1968-1969); 2º Plano Bienal de pastoral do Regional Sul 1 – CNBB. (1975-1977). Editora Ave Maria; 3º Plano bienal de pastoral do Regional Sul 1 – CNBB. Paulinas, 1977; 4º Plano Regional de pastoral do Regional Sul 1 – CNBB. Paulinas, 1980; Fraternidade e violência. Paulinas. 1980; Pastoral Urbana. Paulinas, 1981; Necessidade de novos projetos sócio- econômico – políticos. Paulinas, 1981; Necessidade de novos projetos sócio- econômico – políticos II. Paulinas, 1983; Diretrizes e orientações para a Pastoral da Juventude no Estado de São Paulo, Paulinas 1985; Igreja e meios de comunicação social: palestras, experiências e debates. Suplemento especial do Jornal “Santuário de Aparecida”, 1988; As Igrejas de crentes. Editora Santuário, 1990; Síntese das reflexões da assembleia sobre a formação de futuros presbíteros. O Recado, Editora. 1989; Conclusões da Assembleia das Igrejas: Evangelizar com renovado ardor missionário. Rogate, 1992; Introdução à Pastoral Familiar: estudos, Diretrizes e subsídios pastorais. Santuário, 1990. O Brasil que queremos: alternativas e protagonistas. Vozes, 1994; A coordenação pastoral nos centros urbanos.Vozes, 1997; Projeto Regional “O Grande Jubileu”; Diretrizes e orientações para a Pastoral da Juventude do Regional Sul 1: Vida e missão. Paulinas; O Projeto de Ação Missionária Permanente (PAMP), publicado em 2004.