Destaques Igreja no Brasil

Rede Cáritas realiza campanha de doações para migrantes venezuelanos em sete capitais do país

A Cáritas Brasileira Regional São Paulo será um dos pontos de coleta das doações nas capitais que integram o Projeto Pana

A Cáritas Brasileira, em parceria com a Cáritas Suíça iniciou as atividades do Programa Pana em Boa Vista, Porto Velho, Recife, Brasília, São Paulo, Curitiba e Florianópolis.

A sede das ações é a Casa de Direitos, espaço voltado para dar apoio e favorecer a integração de migrantes e refugiados nas cidades envolvidas. O espaço pretende ser uma casa de portas abertas para pessoas de todas as nacionalidades, propiciando acolhimento, atendimento jurídico, acompanhamento psicossocial e capacitações. A palavra Pana vem da língua indígena Warao e significa amigo. Os warao são uma etnia indígena venezuelana fortemente atingida pela crise política e econômica do país. Fugindo da crise e da fome, foram os primeiros a atravessar a fronteira e chegar a Pacaraima (RR), em busca de ajuda e formas de sobrevivência.

O Programa Pana vai proporcionar acesso à moradia, por meio do aluguel subsidiado para famílias que aceitarem sair de Boa Vista para recomeçar a vida em alguma das outras seis cidades que integram o Programa. Ao todo, 102 imóveis serão alugados nas seis capitais para acomodar pelo menos 1.224 pessoas. As famílias terão ainda acompanhamento psicossocial, oportunidade de qualificação profissional e atendimento jurídico, de modo a possibilitar que elas vivam em dignidade e retomem as principais atividades sociais e produtivas. Para complementar as ações, no campo emergencial, os imigrantes em situação de vulnerabilidade social terão acesso a itens de primeira necessidade como alimentos, roupas e kits de higiene pessoal.

Para receber essas pessoas as equipes multidisciplinares das Casas de Direito estão liderando uma campanha de doação. O objetivo é que a sociedade civil também assuma a acolhida dos migrantes venezuelanos em todas as cidades envolvidas, doando itens de primeira necessidade como alimentos, roupas e materiais de higiene, artigos de cama, mesa e banho, assim como móveis e eletrodomésticos, uma vez que as famílias vão precisar de toda ajuda possível até que consigam retomar a própria autonomia produtiva e financeira e garantir o próprio sustento.

Migração e Refúgio

Os números retratados pelos mais recentes relatórios da Organização das Nações Unidas (ONU) confirmam o crescimento significativo dos deslocamentos humanos. Segundos os dados publicados em junho de 2018, no relatório do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (DESA), os migrantes internacionais alcançam a marca de 244 milhões em 2015, um aumento de 41% em relação a 2000.

“Uma pessoa em cada três segundos vira um refugiado, tempo menor que o necessário para ler esta frase”. A afirmação e da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), que alerta para o crescimento dos casos de conflitos, violência e perseguição.

No Brasil, 9.552 pessoas, de 82 nacionalidades, já tiveram sua condição de refugiadas reconhecida. Atualmente o maior fluxo de solicitação de refúgio é de venezuelanos que, por causa da crise política e econômica na Venezuela, migram para países de fronteira, entre eles o Brasil. De acordo com informações da Polícia Federal, no período de 2017 a 2018 176.259 venezuelanos entraram no país pela fronteira em Pacaraima (RR). 71.018 fizeram solicitação de refúgio. 2.837 saíram de Boa Vista para tentar reconstruir a vida em 22 municípios do Brasil. Em Roraima existem 13 abrigos com 6.070 pessoas abrigadas.

Veja abaixo os pontos de coleta das doações nas capitais que integram o Projeto Pana

Boa Vista (RR)

Avenida Nossa Senhora da Consolata, 1529, Centro, Boa Vista – RR

Brasília (DF)

Edifício Venâncio II, Bloco H, 1º andar, Salas 101/104 – CONIC – Setor de Diversões Sul – Brasília – DF

Curitiba (PR)

Rua Paula Gomes, 703, Térreo, São Francisco, Curitiba – PR

Florianópolis (SC)

Rua Deputado Edu Vieira, 1524, Pantanal, Florianópolis – SC

Porto Velho (RO)

Rua Dom Pedro II, 888, sala C, Centro – Porto Velho – RO

Recife (PE)

Rua do Príncipe, 526, Bloco E, 1º andar, Boa Vista, Recife-PE

São Paulo (SP)

Av. Thomas Edson, 355, Barra Funda, São Paulo – SP

As doações em dinheiro podem ser encaminhadas para as seguintes contas da Cáritas Brasileira:

AGÊNCIA 0452-9
C/C: 232.792-9
CNPJ: 33.654.419/0001-16
AGÊNCIA 1041
OPERAÇÃO 003
C/C: 3735-5
                           CNPJ: 33.654.419/0001-16

Com informações da Rede de Comunicadores/as Cáritas Brasileira

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter